Pular para o conteúdo principal

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

A Viagem de Chihiro - As Metáforas por trás da História

A Viagem de Chihiro é uma das obras primas mais famosas de Hayao Miyazaki, e que mais ganhou premiações pela história bem elaborada.
Chihiro é uma menina de dez anos, que, por casos da vida, entra em um túnel com os pais (que por sinal, estavam curiosos para saber onde a passagem ia dar) e acaba parando em um mundo paralelo, cheio de mistérios e criaturas mágicas.

Sen to Chihiro no Kamikakushi (千と千尋の神隠し, nome original do filme) é, na verdade um jogo de palavras. Sen é uma palavra que tanto pode fazer referência ao nome que a protagonista, Chihiro, adquire durante o filme, ou "mil", "muitos" ou ainda "múltiplos". Além disso, a junção das duas primeiras palavras forma "Sento", que significa "Casa de Banho", onde a maior parte da história se passa.
O filme é composto de diversas metáforas e simbolismos tais como:

  • A metáfora dos porcos, quando os pais de Chihiro vão ao restaurante com a menina e são tranformados em porcos - Isso representa a grande "ânsia de consumo" do ser humano.
  • O laço de Chihiro, no filme, é uma forma de a garota não se transformar em monstro nem nada do tipo, mas também simboliza uma maneira da menina não perder a doçura que tem (seu espírito de criança), mesmo tendo que enfrentar diversos obstáculos no mundo paralelo onde está
  • A experiência de vida que Chihiro vai ganhando ao passo que vai superando as barreiras, e também a coragem que adquire, representam a maturidade chegando até a garota, ou seja, a passagem para uma nova etapa da vida (temas presentes também em: Tonari no Totoro)
  • O Hako (que salvou Chihiro há muito tempo atrás) representa um rio, e aliás, todos os dragões representam rios. Até aquele monstro todo cheio de poluição representa um rio, e tirando aquilo que o deixa poluído, ele volta a ser limpo como antes! Mas, nem em todos os momentos, o Hako simboliza um rio. Em alguns, ele representa a voz da razão (para que Chihiro seja mais madura), ou um companheiro (sendo a voz do otimismo), e em outros, a sabedoria.
  • O filme é repleto de metáforas que representam a ganância, a arrogância, a avareza humana, e até mesmo, o desrespeito ao meio ambiante! A ganância leva aquilo que era bom, em uma força totalmente descontrolada, e Chihiro é a única que não se deixa levar por impulso, o qual, afetou as demais pessoas
  • O filme tem a ver com "encontrar seu verdadeiro eu", motivo pelo qual Chihiro sempre resistiu aos monstros, já que ela era a única que sabia sua real identidade, e também a razão pela qual conseguiu salvar os pais, e aquele dragão foi desenfeitiçado (já que o rapaz lembrou-se de quem era)
Pelo fato de Chihiro ter ido parar em um mundo de fantasias através um túnel, e Alice parou no País das maravilhas, após cair na toca de um coelho branco falante (que por sinal, só diz, "é tarde, é tarde, é muito tarde"), o filme "A Viagem de Chihiro" é considerada por muitos, a releitura do Clássico Literário, Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll.

Fonte:

Comentários

  1. Olá, meu nome é Nínive, eu assisti o filme ''A viagem de Chihiro'' duas vezes e somente com sua interpretação pude observar alguns pontos do filme. A ganância era bem evidente e também o egoísmo. A possessão da mãe sobre o bebê. A liberdade. Os filmes da Studio Ghibli são incríveis e sempre deixam um ''Ei, eu quero mais. Cadê o restante?'' Hahaha, muito obrigada pela interpretação! Boa sorte! O blog é incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ninive! Concordo com você sobre a ganância e egoísmo. Os filmes do Studio Ghibli realmente são bem profundos, em especial esse autor, Hayao Miyazaki.
      Fico feliz em poder te ajudar a entender melhor o filme. Mesmo sendo considerado "infantil", é um filme bem complexo e profundo. Obrigada pelo elogio e pela visita. Quando puder, passe aqui no blog e deixe comentários! haha
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, Rebeca. Gostei muito do seu texto.
    Achei muito bonito seu blog. Voltarei mais vezes!

    Agradeço por ter compartilhado o link do meu blog na fonte do seu texto. Foi por causa dele que cheguei até aqui!

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Desculpe demorar tanto para responder o comentário!
      Obrigada pelo elogio, volte sempre que puder! Estarei esperando!
      Não há de quê. É sempre importante colocarmos as fontes
      Um abraço

      Excluir
  3. Eu assisti esse filme quando eu era guri,e eu ficava tentando entender sobre esse mundo paralelo,ou outra dimensão em que a chihiro vai parar e tal, ficava imaginando coisas kkk,bom q o filme é cheio de metáforas isso dá pra perceber,agora entender isso que é difícil,eu entendi que com o passar do filme ela vai amadurecendo,deixar de ser uma garota reclamona,e se torna + segura,confiante, sobre os pais é meio que sobre a ganancia,agora eu queria entender mesmo é sobre o haku sobre ele ser um dragão, rio sei lá,e aquela parte que ela fala que ele era um rio,as vezes fico devaneado kkk,n é atoa que é o meu filme de animação preferido,o studio ghibli é d+ todos os filmes deles, outro q eu gostei tbm foi as memorias de marnie,laputa,o mundo dospequeninos,é tanto filme bom q eles fizeram,de vez em quando eu assisto tudo d novo valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Estúdio GHIBLI e Hayao Miyazaki marcaram muito todos nós! E por mais complexo que possa ser, quando a gente descobre o que as metáforas realmente significam, nos dão um significado ainda maior sobre o filme! Obrigada a você por apreciar o meu trabalho!

      Excluir
  4. Muito legal, eu o vi ontem (já tinha visto uma vez, há muito tempo) e achei o máximo, fui logo procurar umas análises pra saber mais, valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, eu que o agradeço pela visita! Os filmes do Miyazaki Hayao sempre são um mistério!

      Excluir
  5. só consegui ver esse filme ontem . graças a deus consegui entender tudo . adorei ! é muito mais profundo que os filmes que nos acostumamos a ver aqui no brasil . eu escrevo contos e sonho em um dia ter ao menos um deles nas telas de um cinema !

    ResponderExcluir
  6. Oi! Clássico... com esse Anime, assistir umas 4 vezes, e o ponto que mas gostei foi quando a velha Bruxa dona da Casa de Banho faz a Chihiro, Limpar um Deus Muito Sujo...Vou logo para o assunto: A Bruxa por minha interpretação seria a Vida, nos mostrando e fazendo enfrentar os problemas e dificuldades que mesmo criamos, claro isso aprica-se as pessoa que obtenha mas carate, mas respeito pela vida e por um todo... Sempre vou gosta da cultura Japonesa, pois ensina desde pequenos que respeito a Vida e o cuidado de nosso Planeta e muito Importante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito interessante a sua interpretação
      Também gosto bastante da cultura japonesa e asiática em geral, nos ensina valores muito importantes ao ser humano.
      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Excluir
  7. Adorei esse blog <3 sei que é uma matéria antiga, mas muito boa, eu entendia isso sobre o filme desde o passado, mas esses dias me deu uma vontade de baixar ele depois de tanto tempo, e procurar saber se aquilo que eu entendia era certo. Obrigado pela matéria!!

    ResponderExcluir
  8. Adorei sua matéria! A viagem de Chihiro está entre as minhas animações favoritas, vez ou outra assisto novamente pra matar as saudades. Parabéns pelo conteúdo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Yuki Furukawa (古川雄輝)

Perfil
Nome: Yuki Furukawa (古川雄輝)
Data de nascimento: 18/12/1987 (27 anos) 
Altura: 180 cm 
Peso: 60 kg
Terra natal: Tokyo, Japão
Profissão: Ator e modelo
Agência: Horipro
Línguas: Japonês e Inglês

Facebook: Yuki Furukawa Oficial
Twitter: Yuki Furukawa Oficial
Instagram: Yuki Furukawa Oficial
Blog: Yuki Furukawa Oficial 



Sobre
Yuki Furukawa é um ator e modelo do Japão. Nascido em Tokyo, ele se mudou para o Canadá, em Toronto, com sua família, quando tinha apenas 7 anos de idade. Morou 11 anos no exterior, sendo que, com 16 anos, mudou-se por conta própria a Nova York (EUA), como um estudante de pesquisa durante dois anos.
Voltou ao Japão quando tinha 19 anos. Ao regressar, teve dificuldades ao se adaptar com a língua e a cultura japonesa, já que no Japão, falar inglês no dia a dia é considerado falta de educação. 
Durante o ensino fundamental, ele pertenceu ao clube de basquete. Cursou a universidade de Keio, com especialidade para Ciências da Engenharia. 
Seu pai é médico e investigador na área de me…

William Shakespeare:Romeu e Julieta-Trecho; A "Cena do Balcão", Ato II, Cena II

Ato II- Cena II

O mesmo.
Jardim de Capuleto
Entra Romeu

Romeu:Só ri das cicatrizes quem ferida nunca sofreu no corpo
Julieta aparece na janela
Mais silêncio!Que luz ecoa agora da janela?Será Julieta, o sol daquele oriente?Surge formoso sol,e mata a Lua cheia de inveja,que se mostra pálida, e doente de tristeza,por ter visto que,como serva,és mais formosa que ela.Deixa,pois, de serví-la.
Ela é invejosa.
Somente os tolos usam sua túnica de vestal, verde e doente;joga-a fora.És minha dama.Oh,sim!É meu amor!Se ela soubesse disso!Ela fala;contudo não diz nada.Que importa?Com o olhar está falando.Vou responder-lhe.
Não,sou muito ousado,não se dirige a mim.As duas estrelas do céu, as mais formosas,tendo tido qualquer ocupação,aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas até que elas voltassem.
Que se dera se ficassem lá no alto dos olhos dela,e em sua cabeça dois luzeiros?Suas faces nitentes(resplandecentes,brilhantes)deixariam corridas às estrelas, como o dia faz com a luz das candeias, e seus o…