Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Rebeca Arimi Suzuki

Rebeca Arimi Suzuki

Sócrates e a Filosofia em Atenas

I) A Filosofia em Atenas
Sócrates foi o primeiro filósofo nascido em Atenas, por isso os filósofos que vieram antes dele são chamados de pré socráticos.
A partir da época de Sócrates, Atenas passou a construir o centro da cultura grega, e por isso, a partir de 450 a.C a filosofia tomou um novo rumo.







II) O Homem no Centro
Os filósofos da Natureza são pesquisadores naturais, por isso eles ocupam um lugar muito importante na história da ciência.
Depois deles o interesse de Atenas se deslocou ao homem e a sua posição na sociedade. Lá, desenvolvia se pouco a pouco uma democracia com assembleias populares e tribunais.






III) Sofistas
Eram pessoas estudadas, versadas em um determinado assunto e ganhavam a vida ensinando os cidadãos. Conheciam diferentes sistemas de governo pelo fato de viajarem muito, e iniciaram uma discussão sobre o que seria natural e o que seria criado pelo povo. Com isso eles criaram nas cidades estado de Atenas as bases de uma crítica social.
Viam com olhos muito críticos a mito…

O Oráculo de Delfos e a Ciência da História & a Medicina

I) O destino e o Oráculo de Delfos

Os gregos acreditavam que o famoso Oráculo de Delfos poderia dizer-lhes seu destino.
Em Delfos, o deus do Oráculo era Apolo.
No Templo de Delfos, havia uma inscrição que dizia: "CONHECE-TE A TI MESMO!"


E ela ficava ali para lembrar aos homens que, eles não passavam de meros mortais e não podiam fugir de seu destino.


E, entre os gregos, contavam se muitas histórias de pessoas que tinham sido apanhadas por seus destinos.













II) Ciência da História & a Medicina

     Para os gregos, não só a vida dos indivíduos era determinada pelo destino.
Eles achavam que a História do Mundo também era assim.
Ainda hoje, muitas pessoas ainda acham que fatos históricos são governados por Deus ou outras forças místicas.


Mas, enquanto os filósofos tentavam achar explicações para os processos naturais, surgia pouco a pouco uma ciência da história.


Em tempos mais antigos, os gregos responsabilizavam os deuses pelas doenças.
Então, elas eram consideradas castigos de Deus.


Ante…

Demócrito e sua Teoria Atômica

Demócrito(460-370 a.C): 


Presumiu que as coisas eram formadas de pequenas "pedrinhas", minúsculas e invisíveis, cada uma delas sendo eterna e imutável.
Para ele, cada unidade constituinte era indivisível, firme e sólida.


A essas unidades mínimas Demócrito deu o nome de Átomos.

Ele achava que havia uma infinidade de átomos diferentes: alguns redondos e lisos, outros, irregulares e retorcidos, que poderiam dar origem aos mais diversos corpos.
Independentemente do número de átomos e de sua diversidade,todos eles seriam...


...Eternos, imutáveis e indivisíveis!!!   


E, se um corpo, por exemplo, de uma árvore, ou de um animal morre e se decompõe, seus átomos se espalham e podem ser reaproveitados, para  dar origem à outros corpos.
Hoje em dia, podemos dizer que a Teoria Atômica de Demócrito estava quase perfeita. Porém, atualmente, a ciência descobriu que os átomos podem ser divididos em partículas ainda menores, são eles:
     - Prótons
     - Nêutrons
     - Elétrons E talvez depois possam s…

Paramênides , Heráclito, os 4 elementos e um pouco de tudo em tudo

"Nada pode surgir do nada" 

Parmênides: Acreditava que tudo o que existia no mundo sempre existiu. 
"Nada pode surgir do nada" dizia ele ".
E nada que existe pode se transformar em nada".
Dizia que os sentidos nos traziam uma visão enganosa do mundo; uma visão que não está em conformidade com a razão.


Essa forte crença na razão humana é chamada de racionalismo.
Racionalista é aquele que acredita na razão humana como fonte de conhecimento do mundo!


"Tudo Flui" Heráclito(540-480 a.C): Para ele, as constantes transformações eram justamente a característica fundamental da natureza. Ele também nos chama atenção para o fato de o mundo estar em constantes opostos. Em todas as transformações há um todo, essa "alguma coisa", tudo o que ele chama de "Deus" ou "Logos"(razão em grego)

4 elementos básicos Empédocles(494-434 a.C): Acreditava que a natureza possuía 4 elementos básicos, também chamados de "raízes":                    …

Três Filósofos de Mileto

Tales:
Acreditava que a substância básica de onde tudo se originava era a ÁGUA.
Talvez ele quisesse dizer que todo tipo de vida,provinha da água.
Além disso,é muito provável que ele tenha se perguntado como a água se transforma em gelo e vapor, e se torna água de novo.
Segundo dizem Tales teria afirmado que "todas as coisas estão cheias de deuses"e, talvez ele quisesse dizer que a terra escura era a origem de tudo.


Anaximandro:
Ele achava que o nosso mundo era um dos muitos mundos que surgem de"alguma coisa" e se dissolvem no infinito. Talvez ele quisesse dizer que, aquilo, a partir do que tudo surge,é completamente diferente do que é criado.
Anaxímenes: O ar ou o sopro do ar era a substância básica.
Para ele, a água era o ar condensado, e pensava que, se esta fosse mais comprimida, se transformaria em terra, e o fogo, para ele era o ar rarefeito. Talvez, Anaxímenes acreditasse que, a terra, o fogo e a água, teriam de estar necessariamente presentes para que houvesse vida, m…

Os filósofos da Natureza

Os primeiros filósofos gregos são frequentemente chamados de filósofos da Natureza, porque estavam interessados principalmente pela natureza.
Estes, viram com seus próprios olhos que haviam transformações constantes, mas como estas, eram possíveis?


Os primeiros filósofos tinham algo em comum: eles acreditavam que determinada substância básica estava por detrás dessas transformações.
Eles colocavam questões referentes às transformações da natureza, na tentativa de descobrir se tais leis naturais eram eternas.


Podemos dizer que os filósofos da Natureza deram os primeiros passos na direção da forma científica de pensar.


O PROJETO DOS 1ºS FILÓSOFOS GREGOS ENGLOBAVA QUESTÕES RELACIONA-DAS À SUBSTÂNCIA BÁSICA POR DETRÁS DAS TRANSFORMAÇÕES OCORRIDAS NA NATUREZA.      

Mitos

Um mito é a história dos deuses e tem por objetivo por que a vida é assim como é. Ao longo dos milênios espalhou se por todo o mundo uma diversificada gama de explicações mitológicas para as questões filosóficas.
Os filósofos gregos tentaram provar que tais explicações não eram confiáveis A fim de entendermos o pensamento dos primeiros filósofos, precisamos entender primeiro o que significa ter uma visão mitológica do mundo.  

Por exemplo:
Antes de o cristianismo chegar à Noruega,acreditava-se no Norte, que quando Tor agitava seu martelo, ele produzia raios e trovões. Quando troveja e relampeja, geralmente chove. E a chuva era vital  para os camponeses dos vikings.
Assim,Tor era adorado como o deus da fertilidade A resposta mitológica para a questão de saber por que chovia, era, portanto, a de que Tor agitava seu martelo. E quando caía a chuva,as sementes germinavam, e as plantas cresciam
Mas os camponeses não sabiam por que as plantas cresciam nos campos ou davam frutos,mas sabiam que isso tinh…

FILOSOFIA

Por filosofia entendemos uma nova forma de pensar,surgida no ano 600 a.C


Por exemplo: Se perguntarmos qual a coisa mais importante na vida à uma pessoa que passa fome, a resposta será a comida.
Se perguntamos para alguém que morre de frio, a resposta com certeza, será o calor, ou um local onde possa se aquecer.
Se perguntarmos à uma pessoa que está na guerra, a resposta será: A paz mundial.
Se perguntarmos à alguém triste e isolado, a resposta será a alegria e a companhia de outras pessoas.


Então,como podemos perceber, nunca haverá uma única resposta, pois esta depende do ponto de vista de cada um.


Por isso, filosofia é uma nova e diferente forma de se pensar.


Mas, há uma  coisa de que todos nós precisamos, nós temos a 
necessidade de descobrir quem somos e por que vivemos.


A melhor forma de se aproximar da filosofia é fazendo perguntas filosóficas:
Como o mundo foi criado?
Será que existe uma vida após a morte?
Será que existe uma vontade ou um sentido por detrás do que ocorre?
Como podemos respo…